search
Entrar

Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Minha ex-mulher pediu medida protetiva contra mim de 200 metros. No dia que recebi intimação, 2 horas depois ela foi no local onde eu estava, que era na casa do meu pai, almoçou lá, ficou a tarde toda, inclusive passou virada de ano com eles. Eu tive que sair na mesma hora que ela chegou praticamente. Na verdade, só terminei de almoçar e fui embora. No outro dia ela me manda mensagem que era para eu ir la na casa dela que nosso filho tava chorando me chamando. Eu não vou atras dela e sim ela vai nos lugares que frequento.
em Processo Penal
recategorizada por
Anúncio publicitário

1 resposta

1 voto
Olá!

Tenho algumas indicações que podem servir no seu caso:

Registre um boletim de ocorrência informando sobre as aproximações.

Salve as mensagens recebidas.

Procure um advogado para pedir o afastamento da medida ou a fixação de horários de visita ao filho.

Procure apaziguar a situação sempre, seu filho merece a presença pacífica de vocês dois, estejam juntos ou não.
71 pontos
0
Decorrido o prazo de 5 dias,com ou sem manifestacao das partes,devidamente certificado,voltem os autos conclusos...
Isso q esta escrito.rs
Ja acabou prazo da medida protetiva?
Pq igual ontem tive q chamar um amigo meu para levar meu filho eu esperando 200 mts da casa ..
O B.O foi feito no dia 27 dezembro 2019
0
Infelizmente não tenho como responder as suas questões com segurança sem verificar os documentos ou acessar o processo visto que são perguntas específicas do caso.
Todavia, como advogada tenho o limite ético de responder no site apenas questões genéricas de modo que não se torne serviço gratuito.
Você pode consultar um advogado de sua confiança ou se dirigir a Defensoria Pública.
Posso marcar uma consulta para esclarecer suas dúvidas.

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

...